Incoterms, o que são?


incoterms

É muito comum empresas importarem/exportarem matérias primas ou máquinas de/para outros países. O motivo, quase sempre, é conseguir preços e custos melhores para a organização. Para realizarem essas importações ou exportações é de extrema importância saber o que são os Incoterms, que são os padrões internacionais de comércio exterior. Tem interesse em saber quais são? Então continue lendo esse texto que explicaremos tudo o que precisa saber.


O que são Incoterms?


International Commercial Terms (Incoterms) são os padrões que definem as devidas responsabilidades entre o comprador e vendedor em transações internacionais. Por exemplo, em uma compra de produtos Australianos são os Incoterms que irão definir até onde o comprador deve atuar, assim como até quando os vendedores da mercadoria internacional atuarão. Os Incoterms informam o que e quando o comprador deve pagar. Abaixo algumas informações que os Incoterms passam:

  • Quem é responsável pela contratação do frete;

  • Responsável pela contratação do seguro;

  • Ponto de coleta de mercadoria;

  • Quem assumirá os riscos da transação internacional


Quais são os Incoterms?

Geralmente os Incoterms são representados por siglas compostas por três letras, para facilitar a compreensão no mercado internacional. Hoje existem 11 Incoterms divididos em 4 categorias (E, F, C e D).


Categoria E (ex)

O Incoterm dessa categoria é representado pela sigla EXW (Ex Works). É a categoria que responsabiliza o vendedor por disponibilizar os produtos para retirada em seu próprio armazém, ou seja, o importador é responsável por buscar a mercadoria no endereço do fabricante, assumindo todos riscos e custos.


Categoria F (free)

Essa categoria é composta por três Incoterms (FAS, FOB e FCA). Nela, o exportador não é responsável pelo frete principal e nem pelo seguro internacional. Geralmente, o exportador disponibiliza a mercadoria em um local combinado entre as partes, podendo ser em um Aeroporto, Porto ou Armazém. Com isso, o importador fica encarregado de contratar os serviços de frete internacional e seguro.


Categoria C (carriage)

Os quatro Incoterms que compõem essa categoria são: CFR, CIF, CPT e CIP. Nesse grupo o exportador realiza o pagamento do frete internacional, e em alguns casos assume também o risco até o porto de destino (CIF e CIP).


Categoria D (delivery)

É a categoria da “chegada”. Composta pelos Incoterms DAP, DAT e DDP . Nesse caso o exportador assume todos os riscos e custos até a entrega da mercadoria para o importador.


Qual a importância dos Incoterms?

Os Incoterms não são contratos, são apenas guias para distribuir as responsabilidades entre importador e exportador e determinar quem ficará responsável por contratar o despachante, agente marítimo, agente de carga, etc. Por isso, é de extrema importância saber quais são eles para que o processo de transações internacionais de sua empresa seja mais eficiente e tenha o menor risco possível


O mercado está cada vez mais globalizado e as empresas estão importando e exportando com mais frequência. A ideia desse texto é apresentar um termo muito importante no comércio exterior para aqueles que visam comercializar mercadorias internacionais.


Teve alguma dúvida sobre os Incoterms? Então clique aqui e mande a sua dúvida que responderemos para você!

63 visualizações0 comentário